MUDAMOS O SITE PARA MELHOR ATENDÊ-LO. POR MOTIVOS DE SEGURANÇA ATUALIZE SUA SENHA.

MUDAMOS O SITE PARA MELHOR ATENDÊ-LO. POR MOTIVOS DE SEGURANÇA ATUALIZE SUA SENHA.

3 Estratégias para manter a massa enquanto perde gordura - Parte 1

Você acabou de sair de uma fase de ganho de peso - um offseason bem feito. Foi proveitoso. Você está maior e mais denso. Colocou uma boa quantidade de músculos e agora é hora de secar para poder mostrar o resultado de todo o seu esforço.

Você quer perder o máximo de gordura possível, mas é claro que você não quer perder nenhum grama do músculo novo que você acabou de construir.

Vamos ver agora algumas estratégias para perder o máximo de gordura possível enquanto mantém os seus ganhos.

1- Comece a dieta com a maior quantidade possível de calorias

Quem lê o blog Dragon Pharma já sabe - para perder gordura é preciso estar em déficit calórico. Não importa a dieta que você faça. O que realmente importa é estar em déficit. Ou seja, consumir menos calorias do que gasta.

Quanto maior o déficit calórico, maior a perda de gordura, certo?

Em termos. EM um primeiro momento, isso é verdade. Porém, em pouco tempo o organismo se adapta e a quantidade de calorias gastas no dia a dia diminuem.

Nesse momento, é hora de fazer outro corte e diminuir mais ainda as calorias. O problema é - se começamos a dieta com um corte calórico grande e um déficit grande, em pouco tempo termos que fazer outro corte, e outro. Isso nos deixará em uma situação bem desconfortável em pouco tempo.

Com essa estratégia, em poucas semanas as calorias estarão tão baixas que não teremos mais como cortar. Consequentemente, o metabolismo também estará baixíssimo e qualquer escorregada na dieta irá causar um grande ganho de peso - rápido.

Além disso, perder peso rápido demais quase sempre significa que você vai perder uma boa quantidade de músculo junto.

Para manter o máximo de massa muscular possível durante um cutting - é preciso garantir que a redução de peso corporal seja gradual e suave.

Por isso, a melhor estratégia é cortar poucas calorias e criar um pequeno déficit calórico. Cerca de 10% das calorias de manutenção.

Em poucas semanas, o metabolismo se ajusta e será preciso fazer outro corte de calorias. Legal, você corta mais um pouquinho. E assim você vai progredindo na dieta enquanto mantém níveis de calorias manejáveis e relativamente confortáveis.

2- Coma seus carboidratos nas horas mais importantes

Em um cutting, uma fase dieta para perder gordura, é preciso estar em déficit calórico. Geralmente, preferimos manter os níveis de proteína e gordura estáveis e retirar as calorias através da redução de carboidratos.

Por isso, uma estratégia bem fundamentada nos diz que é importante manter o consumo de carboidratos elevado em alguns momentos específicos do dia.

Esses momentos são as horas antes e depois do treino de musculação. A musculação é um exercício de alta intensidade. Por isso, praticamente a totalidade da energia consumida durante um treino vem dos carboidratos.

A musculação provoca a queima de gordura. Isso é um fato. Mas a utilização da gordura, nesse caso, vem nas horas seguintes. As calorias provenientes da gordura são utilizadas no processo de reparação e construção muscular que sucede os treinos com pesos.


Mas durante o treino com pesos, precisamos de carboidrato.

Por isso devemos concentrar a ingestão de carbo nas refeições pré-treino e pós-treino.

A refeição pré-treino deve ser feita entre 1 e 2 horas antes do treino. Pode conter carboidratos sólidos como arroz, batata, mandioca etc. Logicamente deve se adicionar uma fonte proteica como frango peixe, ovos, whey protein.

Eu sempre sugiro aos meus clientes que façam a refeição sólida cerca de 90 minutos antes do treino. Dessa forma, na hora do treino eles terão energia suficiente e estarão com o estômago praticamente.

Isso ajuda por dois motivos:

1-Geralmente, treinar de estômago vazio é mais confortável.

2-Isso permite uma absorção bem mais efetiva do Suplemento Pré-treino e ou intra-treino.

Outra coisa que uso bastante e sempre sugiro é usar uma refeição de creme de arroz com IsoPhorm, Whey Protein Hidrolisado cerca de 45 minutos antes do treino. É uma refeição de absorção ultra-rápida devido aos carbos simples do creme de arroz e ao fato do whey hidrolisado ser pré-digerido e virtualmente sem adição de carbos e gorduras.

Outro momento importante para consumir carboidratos é no pós-treino. Mais uma vez, não é preciso sair correndo, desesperado para fazer sua refeição pós-treino no segundo seguinte do final da sua última repetição.

Mas quanto mais rápido acontecer essa refeição, mais rápido começa a sua recuperação muscular. Precisamos de carbo nesse momento, pois carbo pós-treino diminui substancialmente o catabolismo.

E é justamente isso que você quer - ser anti-catabólico; ou seja - manter o máximo de músculo possível!

Mais uma vez, uma grande estratégia aqui é ingerir uma boa fonte de carboidratos e uma fonte de proteína de rápida absorção, como o Whey Hidrolisado.

3- Priorize Movimentos Compostos

Os movimentos compostos, são os multi-articulares. São exercícios nos quais você usa mais uma articulação para realizar o movimento. Um bom exemplo é o Leg-Press. Para realizar o leg-press, você utiliza os joelhos e quadris para completar o movimento.

Movimentos compostos recrutam mais grupos musculares, geralmente grupos musculares grandes.



Isso é benéfico por duas razões:

A-Nós conseguimos um estímulo hipertrófico bem maior. Isso significa que sinalizamos para o nosso corpo construir mais massa muscular. Em uma situação de déficit calorico, isso é mais difícil de acontecer.

Mas níveis de estímulo hipertrófico altos nos ajudam a pelo menos manter a nossa massa muscular já existente - o que já é excelente durante a dieta.

B- Nos faz gastar muito mais energia. Mais músculos trabalhando juntos precisam de mais energia para funcionarem. No exemplo do Leg-Press - nós vamos ativar os glúteos, posteriores de coxa, adutores, quadríceps e panturrilhas (em um menor grau).

Fazer toda essa musculatura se mover junta requer muito mais calorias. Além disso, tantos músculos atuando em conjunto têm a capacidade de empurrar mais carga. Mais sobrecarga, mais trabalho realizado, mais trabalho realizado precisa de muito mais calorias.

Esse gasto energético maior pode ser um problema durante a fase de cutting. É comum a gente se sentir sem disposição e energia para treinar com a maior intensidade possível.

Um excelente combo nessa fase é o de Venom + Mr Veinz.

Venom e Mr Veinz são suplementos pré-treino da Dragon Pharma que irão levar seus treinos à intensidade e pumps incríveis, mesmo em cutting.

Venom é o pré-treino mais potente do mercado, sua fórmula te garantirá energia, intensidade e foco total nos treinos.

Mr Veinz é um pré-treino cujos componentes te darão os melhores Pumps de sua vida. Ele conta com volumizadores celulares e precursores de óxido nítrico que são os fatores primordiais de um excelente Pump.

Use um scoop pequeno de cada um deles e prepare-se!





1 comentário

  • Aprendendo algo aqui que nunca aprendi em 16 anos de academia. ☺️ Obrigada Dragon Pharma. 💪🏻

    Marina Mendes

Deixe um comentário