O indice glicêmico dos alimentos é algo importante? - Por Ray Milet

Talvez uma das maiores duvidas de indivíduos iniciantes que estão começando a se aventurar pelo mundo fitness e, principalmente, objetivam perda de gordura.

O indice glicêmico (IG) dos alimentos é um número dado à um alimento, numa escala onde alimentos com menos ou igual que 55 são de baixo IG, alimentos que estão entre 56 e 69 tem médio IG, e alimentos com mais ou igual a 70 tem alto IG.

Esse número determina a velocidade na qual o alimento eleva a glicose no sangue. Quanto mais simples for a estrutura do carboidrato, mais rápido ele é digerido e absorvido, mais rápido a glicose aumenta no sangue.

E ao aumentar a glicose, o corpo inicia uma cascata de efeitos fisiológicos e hormonais para absorver esse nutriente, pois a maioria dos carboidratos precisa da insulina para entrar na célula.

Então o pâncreas ao receber a mensagem de que a glicose está mais elevada no sangue, começa a produzir mais insulina afim de estabelecer novamente o equilíbrio da glicose sanguínea.

A insulina, por sua vez, é responsável não só por “empurrar” a maioria desses carboidratos já digeridos e absorvidos pra dentro da célula, ela tem funções primordiais tanto no aumento da síntese de proteínas (anabolismo muscular), como também na lipogênese (síntese de ácidos graxos que irão ser estocados posteriormente no fígado e no tecido adiposo).


Pensando dessa forma, é fácil acreditar que um alimento que possui alto IG é prejudicial para o emagrecimento, e que seria mais viável utiliza-lo em épocas de ganho de peso, correto? Por muitos e muitos anos se pensou dessa forma, mas é um grande mito, e vou contar a vocês 3 motivos principais disso:

1- o IG de um alimento é reduzido drasticamente quando é consumido com fontes de fibras, proteínas e/ou gorduras. Ou seja, por mais que você coma pão branco, que possui um IG de 75, ao adicionar uma salada simples, frango e quem sabe até uma fatia de queijo light, esse IG será derrubado, pois a digestão e absorção desse carboidrato será muito mais lenta. O IG só seria um fator determinante se comêssemos o carboidrato SOZINHO.

2- o alimento possui uma outra medida de avaliação dos carboidratos chamado Carga Glicêmica (CG). A CG é a quantidade de carboidratos presente em 100g daquele alimento. Por exemplo, a melancia possui um IG de 75, porém tem apenas 5g de carboidrato em 100g de alimento, baixíssima CG. Já a tapioca possui um IG de 70, porém em média 83g de carboidratos em 100g de alimento. Ao comer 100g de cada um, qual dos dois você acredita que subirá mais a sua glicose no sangue?

3- o ganho de gordura, ou a perda, não são determinados pela quantidade de insulina produzida, por mais que ela seja um hormônio lipogênico. Quem determina isso é o superavit ou deficit calórico. Se estiver em um deficit calórico de 500kcal, ou seja, gastando 500kcal a mais do que consome, sua insulina pode estar alta o tempo inteiro que perderá gordura. Se estiver consumindo uma quantidade de calorias muito alta, como um superavit calórico de 1500kcal (comendo 1500 a mais do que está gastando), mesmo que você não coma nada de carboidratos e sua insulina fique baixa, provavelmente ganhará gordura corporal. Quem determina o emagrecimento é o deficit calórico, o resto é só detalhe.

Por tanto, avaliar o IG dos alimentos e se basear nisso para determinar as escolhas do que vai consumir não se mostra uma estratégia eficaz, e pode ser até pior, pois o individuo pode passar a comer alimentos que não gosta pensando que seria mais eficaz, não terá adesão ao planejamento e vai desistir mais rápido do que imagina.


Bônus: Como facilitar o Déficit Calórico e acelear a queima de gordura:

Como eu disse acima, o déficit calórico é o que vai determinar se você perderá ou não gordura durante seu cutting.  Portanto, se você procura emagrecer, precisa criar um déficit calórico suficiente para que a queima de gordura realmente ocorra.

Você pode fazer aumentanda a carga de exerecícios, seja adicionando um dia a mais de musculação, ou um treino de lutas, ou sessões extras de cardio.

Mas você pode ir além disso. A Dragon Pharma trabalha duro para te fornecer os melhores suplementos para que você tenha os melhores resultados posíveis.

Por isso o nosso Departamento de Ciência desenvolveu o Black Viper. Black Viper é o queimador mais potente do mercado que vai aumentar a sua termogênese de maneira significativa.

Por que isso é bom? Por que isso te fará queimar mais calorias ao longo do dia e te ajudará a chegar ao déficit calórico com mais facilidade.

Além disso, Black Viper vai te dar foco e energia prolongados  para que você possa treinar e realizar suas atividades diárias com tranquilidade e disposição.

 



Não perca tempo, compre seu Black Viper hoje mesmo pois ele será o complemento perfeito para a sua fase de cutting., E não se esqueça: Continue firme na dieta, focado totalmente nos treinos que seus resultados chegarão muito ante sdo que imagina!

 

 

 

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados