3 Erros Fatais no Treino de Ombros e como Evitá-los

Os ombros são uma das partes mais importantes em nosso físico, em nosso corpo. É na região dos ombros que ficam os deltóides, músculos vitais para termos um aspecto mais largo ou mais delineado em nossos físicos.

Os ombros são essenciais na estética de um físico, seja de um homem procurando volume, seja de uma mulher procurando um físico balanceado.

Além disso, os ombros participam de praticamente todos os exercícios ou movimentos que fazemos para a parte superior de nosso corpo.

Eles são importantes para quem busca estética e são indispensáveis para quem treina para ganhar performance em outras atividades como lutas, levantamento de peso etc.

É por isso que vou falar hoje sobre alguns erros fatais nos treinos de ombros que podem estar te impedindo de alcançar seus objetivos nesse grupo muscular.

1- Começar frio

Sim, o aquecimento é muito importante. Especialmente quando temos ombros envolvidos.
O aquecimento vai tomar uns minutos do seu treino, mas é um tempo que valerá muito a pena e pagará dividendos no futuro. Pode ter certeza.

Um bom aquecimento vai permitir que mais sangue vá para a musculatura a ser treinada, vai permitir que o seu Shake Pré-Treino comece a fazer efeito, vai lubrificar as articulações, deixar a musculatura mais solta.

Além disso, uma boa série de aquecimento, além de ser rápida trará benefícios como aumento da flexibilidade, mobilidade articular e aumento na ativação muscular.

Na próxima vez que for treinar ombros, faça alguns alongamentos específicos, algumas séries leves de rotação interna e externa de ombros e umas duas séries mais leves daquele que será o seu primeiro exercício do dia.

Se você irá começar com desenvolvimento com halteres, faça duas séries com uma carga correspondente a 50% da carga que você vai utilizar na primeira série de trabalho daquele exercício.

Mas cuidado, como sempre o equilíbrio é importante. Não caia na tentação de fazer uma rotina de aquecimento elaborada e longa demais. Isso vai acabar te deixando com menos energia para fazer o treino.

2- Muita carga, Pouca técnica

A carga utilizada em um exercício é um fator muito importante. Sem uma carga adequada é impossível gerar tensão e promover estímulos hipertróficos naquele músculo - não importa o quão boa seja a sua técnica.
Isso não quer dizer que você tem que usar a maior carga que consegue levantar.

A técnica é tão importante quanto a carga. É preciso utilizar a maior carga possível enquanto se mantém a melhor forma de execução possível.

Um erro muito comum nas academia, que impede muita gente de desenvolver bons resultados, é se preocupar demasiadamente com a técnica. Eles querem pensar e dar 120% de atenção em cada mínimo detalhe - fazem o movimento quase em câmera lenta para se assegurar de que o movimento saia 100% correto.

Isso faz com que a carga seja reduzida demais e, como disse antes, a tensão gerada seja quase nula. É como andar de bicicleta. Quando você está aprendendo, tem que ir devagar para não cair.

Mas se for devagar demais, vai cair do mesmo jeito. Com a hipertrofia é a mesma coisa. Precisamos de ter uma certa velocidade de contração.

Encontre um equilíbrio entre carga e técnica. Se aqueça direito e tenha cuidado.


3- Fazer apenas desenvolvimento e elevação lateral

O ombro é complexo e tem a característica de ser a articulação mais móvel do nosso corpo. O ombro é capaz de realizar uma infinidade de movimentos.

É claro que os desenvolvimentos e todas as suas variações - com barra, com halteres, na frente da cabeça, por trás da cabeça, em pé, sentado, em diversas máquinas - são os movimentos básicos de ombro.

Todo treino bem montado e programado deveria ter pelo menos uma variação de desenvolvimento.

A elevação lateral é outro movimento clássico e muito útil. Ela ativa a cabeça medial do deltóide e é um dos principais movimentos responsáveis pelo aspecto arredondado de seus ombros.

Mas não podemos e nem devemos nos limitar a esses dois movimentos. De cara, o exercício mais esquecido quando se fala em treino de ombros é crucifixo invertido ou alguma outra variação que trabalham os deltóides posteriores.

Os deltóides posteriores são geralmente negligenciados, mas compreendem um terço do volume dos deltóides. Não se esqueça deles.

Outros bons exercícios para deltóides são remada alta com pegada aberta; um excelente movimento para trabalhar a cabeça medial dos deltóides e o volume geral.

Elevação frontal e variações também podem ser muito úteis, quando bem utilizadas.

Cuide bem de seus ombros

Os ombros são articulações mais acometidas por lesões. Temos diversos tendões e ligamentos e bursas que passam naquela região.

O fato do ombro ser uma articulação bem móvel pode trazer problemas, caso não se tenha cuidado. Movimentos em amplitudes extremas e/ou com muita carga e pouca técnica ou até mesmo a somatória de longos anos treinando - tudo isso pode causar desgastes nas cartilagens e inflamações nas estruturas conectivas

 

Por isso é muito importante tomar alguns cuidados com os seus ombros para prevenir lesões:

1- Sempre faça um bom aquecimento local antes de todos os treinos de membros superiores. Não importa se é treino de ombro, de peito ou costas. Atém mesmo se for apenas um treino de biceps e triceps você deveria aquecer bem a musculatura da região do ombro.

2-Use um suplemento para proteger o seu ombro (e todas as outras articulações) de desgastes.

Flex-8 - Proteção, prevenção e alívio para as suas articulações

Flex-8 é um suplemento Premium que atua na proteção, prevenção e alívio de dores e desgastes articulares decorrentes dos treinos pesados.

Para crescer você precisa de consistência, e não dá para treinar com dores. Muito menos podemos deixar que pequenas dores se tornem grandes lesões.

Flex-8 contém 8 ingredientes clinicamente testados e dosados que agem na redução de inflamação e reparo das articulações e tendões.

Entre os ingredientes temos Ácido Hialurónico, Extrato Puro de Cúrcuma e o mais puro Colágeno UC-II.


Benefícios do Flex-8

-Reparação e fortalecimento das articulações, ligamentos, tendões e cartilagens
-Mantém a elasticidade e flexibilidade das articulações
-Acelera a recuperação das articulações, ligamentos e tendões pós treino
-Técnologia de absorção máxima para máximos resultados


 

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados